A fotografia nas aulas de Literatura

Enem
setembro 6, 2016

Numa época em que os estudantes estão preocupados com o resultado do Enem, é importante não perder o foco para se preparar ainda para os vestibulares de faculdades que não usam integralmente a nota do Exame Nacional do Ensino Médio. É importante que o aluno fique atento às datas porque os resultados do Enem podem ser consultados. Através da página do participante do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) o resultado e as notas do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio das últimas provas aplicadas. Logo quando o Inep divulgou o edital da edição deste ano do Exame, confirmando a data das provas, começaram as especulações sobre o dia em que as notas serão publicadas. A expectativa inicial sempre se confirma, com a publicação no início de janeiro, como nas edições anteriores. Para você que continua se preparando, propomos uma atividade em parceria com o site maiseducativo.com.br.

Esta sequência de cinco fotografias foi tirada por um fotógrafo amador. São, portanto, obras de um artista amador. Observe-as atentamente e participe da discussão sobre elas.

fotografia

Proposta inicial de trabalho

1. Qual é o tema das fotos?

2. As fotos focalizam o mesmo assunto e foram tiradas em sequência. Apesar disso, elas não são iguais. Para você, qual delas registra a cena com maior clareza e fidelidade? Qual a que registra a cena com menor fidelidade?

3. Observe novamente as fotos e eleja duas: a de que você mais gosta e a de que menos gosta. Procure explicar suas escolhas.

Para ler e refletir

A fotografia é uma técnica muito recente. Foi inventada nos meados do século XIX. Por muito tempo discutiu-se se o fotógrafo poderia produzir arte com ela. Afinal, basta enquadrar, “clicar” e, mecanicamente, o “assunto” fica registrado no filme, com extrema fidelidade.

Se pensarmos nos milhares de fotos que são tiradas a cada momento (atualmente, com as máquinas digitais, podemos falar de milhões), a dúvida é procedente. As fotos tiradas para documentar um evento, como, por exemplo, um aniversário, provavelmente não são o que chamamos de obra de arte. A fotografia pode ajudar nossa reflexão, por produzir objetos limítrofes entre a arte e a não arte.

H. W. Janson afirma que “A arte é um objeto estético, feito para ser visto e apreciado pelo seu valor intrínseco” e que “A estética costuma ser definida como ‘o que diz respeito ao que é belo'”.
Não podemos afirmar que as fotos são objetos estéticos apenas pelo fato de que o passarinho é belo. Se essa fosse a razão, então o próprio passarinho, isto é, o modelo focalizado pelo fotógrafo, seria uma obra de arte. A beleza do pássaro e da planta em que ele fez seu ninho não é intrínseca à foto – é externa, da natureza. Portanto, seguindo as explicações de Janson, podemos concluir que a escolha de um assunto não garante a produção de uma obra de arte pelo fotógrafo.

Retomando a comparação das cinco fotos, observamos que o fotógrafo fez algumas escolhas e tomou algumas decisões para conseguir certos efeitos e produzir um objeto estético. A sequência em que foram apresentadas testemunha essas escolhas. Na primeira, temos uma ave em seu ninho entre a folhagem; nas outras, valoriza-se progressivamente a ave, principalmente seu olho, sempre no centro. As imagens ganham novos significados: a intimidade espreitada, a privacidade invadida pela curiosidade do observador. Na última, o vão entre as folhas desfocadas é semelhante ao buraco de uma fechadura ou às frestas de uma cortina.

Tiradas por um fotógrafo, essas fotos estão muito distantes das obras de fotógrafos profissionais. Mas, independentemente da qualidade ou da importância que tenham, possuem aquele “valor intrínseco”, uma intenção estética, que as diferencia de uma foto documental, tirada com uma máquina automática apenas para guardar a lembrança de um acontecimento (valor extrínseco).

Sugestão de atividade para sala de aula

Reúna-se aos colegas de grupo e, com base nos conceitos estudados, discutam o que são valores intrínsecos e extrínsecos de uma obra.

Pesquisem em materiais especializados (livros, revistas) imagens que chamem a atenção do grupo por seus valores intrínsecos ou extrínsecos.

Escolham algumas para análise mais detalhada e realizem uma apresentação, justificando as opiniões expressas.

Organizem um roteiro que facilite a apresentação e ajude os colegas a compreenderem a escolha de vocês.

Após as apresentações, avaliem sobretudo a adequação dos resultados em função da proposta inicial.

Gabarito da atividade inicial

1. Um passarinho em seu ninho.

2. Podemos dizer das diferenças de nitidez, de abrangência e de distância.

3. Resposta pessoal.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply