Dicas sobre aleitamento materno

Recentemente fui convidado a participar de um movimento chamado de Blogagem coletiva: Por que sou ativista da amamentação? Inicialmente pensei no que eu poderia dizer visto que, apesar da experiência bastante especial acompanhando a amamentação de crianças próximas, minha experiência no assunto limitava-se a isso. Eu tinha, no entanto, algumas coisas anotadas da época em que acompanhei minhas filhas e pensei que esse material poderia ajudar bastante quem procura informações a respeito da importância de amamentar bem como dicas para driblar situações às vezes difíceis neste processo. É sobre isso este artigo.

amamentação-dicas-de-aleitamento
Dicas de aleitamento materno

Toda mãe sabe que nos primeiros meses o bebê ainda não tem horário para mamar. Ele deve mamar sempre que quiser, pois com o tempo ele faz seu horário.
Com alguns cuidados, a amamentação não machuca o peito e fica mais fácil para o bebê retirar o leite do peito:

  • A melhor posição para amamentar é aquela em que a mãe e o bebê sintam-se confortáveis.  A amamentação deve ser prazerosa tanto para a mãe como para o bebê.
  • O bebê deve estar virado para a mãe, bem junto de seu corpo, bem apoiado e com os braços livres.
  • A cabeça do bebê deve ficar de frente para o peito e o nariz bem na frente do mamilo. Só coloque o bebê para sugar quando ele abrir bem a boca.
  • Quando o bebê pega bem o peito, o queixo encosta na mama, os lábios ficam virados para fora, o nariz fica livre e aparece mais aréola (parte escura em volta do mamilo) na parte de cima da boca do que na de baixo.
  • Cada bebê tem seu próprio ritmo de mamar, o que deve ser respeitado. Deixe-o mamar até que fique satisfeito. Espere que ele esvazie bem a mama e então ofereça a outra, se ele quiser.
  • O leite do início da mamada tem mais água e mata a sede; e o do fim da mamada tem mais gordura e por isso mata a fome do bebê e faz com que ele ganhe mais peso.
  • No início da mamada o bebê suga com mais força porque está com mais fome e assim esvazia melhor a primeira mama oferecida. Por isso, é bom que a mãe comece cada mamada pelo peito em que o bebê mamou por último na mamada anterior Assim o bebê tem a oportunidade de esvaziar bem as duas mamas, o que é importante para a mãe ter bastante leite.
  • Quando for preciso tirar o bebê do peito, para que ele solte o mamilo sem machucá-lo, a mãe pode colocar o dedo mínimo no canto da boca do bebê, entre as gengivas.
  • Depois da mamada, é importante colocar o bebê na posição vertical para que ele possa arrotar

Atenção:

  • Não há necessidade de usar mamadeiras e chupetas, que podem atrapalhar a amamentação. Além disso, podem causar doenças, problemas na dentição e na fala.
  • É importante a mãe cuidar-se bem, evitar bebidas alcoólicas e cigarro.
  • Os remédios que a mãe toma podem passar para o leite; por isso ela só se deve tomar medicamentos com orientação médica.
  • Se a mãe precisar usar algum método para evitar uma nova gravidez, ela deve procurar o serviço de saúde.

Informações sobre ordenha manual do leite materno

A expressão manual é o método mais útil para a retirada do leite do peito. Está indicada para aliviar mamas muito cheias, manter a produção do leite quando o bebê não suga bem, aumentar o volume de leite, estocar leite para oferecer ao bebê na ausência da mãe e, também, para doar a um banco de leite.
Para realizar ordenha manual e guardar o leite para oferecer mais tarde à criança ou doar a um banco de leite, a mãe deve seguir os seguintes passos:

Preparo do frasco para guardar o leite

  • Lave um frasco com tampa de plástico (maionese, por exemplo), retirando o rótulo e o papel de dentro da tampa.
  • Coloque o frasco e a tampa em uma panela cobrindo-os com água.
  • Ferva por 15 minutos, contando o tempo a partir do início da fervura.
  • Escorra sobre um pano limpo até secar.
  • Feche o frasco sem tocar com a mão na parte interna da tampa.
  • O ideal é deixar vários frascos preparados.

Higiene pessoal antes de iniciar a coleta

  • Lave as mãos e os braços até o cotovelo com bastante água e sabão.
  • Lave as mamas apenas com água.
  • Seque as mãos e as mamas com toalha limpa.
  • Local adequado para retirar o leite
  • Escolha um lugar confortável, limpo e tranquilo.
  • Forre uma mesa com pano limpo para colocar o frasco e a tampa.
  • Evite conversar durante a retirada do leite.

Como fazer para retirar o leite (ordenha)

  • Massageie as mamas com a ponta dos dedos, fazendo movimentos circulares no sentido da parte escura (aréola) para o corpo.
  • Coloque o polegar acima da linha onde acaba a aréola.
  • Coloque os dedos indicador e médio abaixo da aréola.
  • Firme os dedos e empurre para trás em direção ao corpo.
  • Aperte o polegar contra os outros dedos até sair o leite.
  • Pressione e solte, pressione e solte. A manobra não deve doer se estiver correta. No começo o leite pode não fluir, mas depois de pressionar algumas vezes, o leite começa a sair com mais facilidade.
  • Despreze os primeiro jatos ou gotas.
  • Em seguida, abra o frasco e coloque a tampa sobre a mesa forrada com um pano limpo, com a abertura para cima.
  • Colha o leite no frasco, colocando-o debaixo da aréola.
  • Mude a posição dos dedos ao redor da aréola para esvaziar todas as áreas.
  • Alterne a mama quando o fluxo de leite diminuir e repita a massagem e o ciclo várias vezes.
  • Lembre que ordenhar leite de peito adequadamente leva mais ou menos 20 a 30 minutos, em cada mama, especialmente nos primeiros dias.
  • A retirada do leite pode ser feita ao mesmo tempo nas duas mamas.
  • Após terminar a coleta, feche bem o frasco.

Como conservar o leite ordenhado

  • Após a coleta, guarde imediatamente o frasco na geladeira, no congelador da geladeira ou freezer.
  • Leite cru (não pasteurizado) pode ser conservado em geladeira por até 12 horas, e no freezer ou
    congelador por até 15 dias.

Como oferecer o leite ordenhado à criança

  • O leite deve ser oferecido, de preferência, utilizando-se copo, xícara ou colher.
  • Para alimentar o bebê com leite ordenhado congelado, este deve ser descongelado, de preferência dentro da geladeira. Uma vez descongelado, o   leite   deve   ser   aquecido   em banho-maria fora do fogo.   Antes de oferecer o leite à criança, ele deve ser agitado suavemente para misturar bem o leite.

Adaptado da cartilha de amamentação do Ministério da Saúde.

Deixe seu comentário abaixo

  1. Dicas importantíssimas, principalmente quanto à ordenha. Nunca a fiz e prestei bastante atenção, afinal, quem sabe no futuro eu precise?
    Obrigada mais uma vez por participar da coletiva!!
    😉

    1. Luma, muito obrigado pelo comentário 🙂

      Aqui em minha cidade, felizmente, o poder público investe muito no acompanhamento de bebês recém nascidos. Há um projeto chamado CASULO que faz, inclusive, visitas às mães que não podem se dirigir até lá.
      Um abraço para você e parabéns, novamente, pelo evento.

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *