Como tirar manchas de roupas

Blog
fevereiro 24, 2013

Quando uma roupa mancha, não é o caso de encostá-la como inutilizada. Com cuidado, qualquer mancha pode ser retirada. Um descuido e pronto, lá está a toalha   toda   manchada.   Mas sabendo   alguns   segredos   pode-se tirar quase todos os tipos de manchas.

É bom ter em casa o que serve para tirar as manchas mais comuns: escovas, trapos limpos e produtos químicos, que devem ser conservados longe do alcance das crianças e do fogo. Na hora de retirar a mancha, alguns cuidados:

  1. Limpar em seguida.
  2. Secar a mancha úmida com mata-borrão, para que não aumente.
  3. Ao limpar a mancha, colocar embaixo do tecido um pano seco ou papel absorvente para retirar o solvente junto com a mancha.
  4. Limpar todas as manchas de fora para  dentro,  pressionando  e esfregando   suavemente   com   um pano embebido em solvente e deixar secar.

Na hora de lavar deve-se tomar o primeiro cuidado para que a roupa não se manche. De forma geral, fibras vegetais como linho, cânhamo e algodão suportam bem os produtos químicos. As roupas de cor, sujeitas a desbotar, devem ser lavadas separadamente com água morna e sabão, enxaguando-se em seguida com água fria. Na última água, acrescentar uma colher de sopa de vinagre em cada litro de água. Secar à sombra, não deixando que as partes do tecido se toquem e arejando antes de guardar.

A lã e a seda — fibras de origem animal — e as fibras sintéticas podem se alterar com o cloro da água ou com outras substâncias químicas. Por isso, exigem maiores cuidados: convém usar sabão neutro, evitando deixá-las de molho, e enxaguar em água corrente até tirar todos os resíduos de sabão.

Além da lavagem adequada, alguns cuidados podem prevenir as manchas: não escovar roupas molhadas e, quando secas, escovar e limpar periodicamente, com esponja embebida em benzina, as bainhas das calças, as golas, costas e punhos dos paletós e casacos.

Se a roupa for de pele, deve ser escovada no sentido dos pelos com um pano ou esponja umedecido em essência de terebintina. Depois de seca, pulverizar talco e bater de novo: evita manchas de mofo. Outro cuidado é guardar a roupa em lugar seco e arejado.

Se a mancha for sobre camurça, esfregá-la com miolo de pão ou escova própria e depois passar uma lixa de unha, levemente. Bolsas, chapéus de feltro ou qualquer roupa de veludo devem ser escovados com amoníaco e depois colocados no vapor de uma chaleira com água fervente. Em seguida, escovar em sentido contrário para levantar o pelo. A palha de chapéus de praia recupera a brancura quando se usa uma solução de ácido cítrico a 10 por 100 (encontrado em farmácias).

RETIRAR MANCHAS É SIMPLES

Estas são as formas de retirar as manchas mais comuns:

Alcatrão, piche — Impregnar a mancha com um pouco de manteiga ou gordura para amolecê-la. Depois de retirado o excesso com uma faca ou espátula, limpar com benzina ou terebintina.

Anilinas — Se o tecido for linho ou algodão, basta estendê-lo e colocar água fervente sobre a mancha. Em tecidos de lã ou seda, molhá-los com uma esponja umedecida em água morna. Depois pingar álcool e algumas gotas de ácido clorídrico. Se não der resultado, umedecer a mancha com água oxigenada (10 volumes), misturada em quantidade igual de amoníaco diluídos em água. Nos dois casos, enxaguar bem, em seguida.

Batom — Esfregar a mancha com um pano molhado em éter.

Beterraba — Mergulhar o tecido manchado em água com algumas gotas de amoníaco. Em seguida, lavar normalmente.

Café — Para tirar manchas de café, basta seguir as instruções contidas nas fotos abaixo.

Chá — Esfregar a mancha com glicerina e lavar o tecido com água e amoníaco. Manchas mais antigas desaparecem com suco de limão.

Chocolate — Não usar sabão, que poderia fixar a mancha. Estender o tecido e colocar água fervente na mancha. Se ela for antiga, não usar água fervente, mas passar um pouco de glicerina e depois água fria e álcool em igual quantidade.

Ferrugem — Em roupa branca ou de cores firmes: pingar suco de limão sobre a mancha e estender ao sol até secar. Lavar em seguida.

Frutas e vinho — Se o tecido for de cor, pingar gotas de limão sobre a mancha e lavar em seguida. Se for branco, molhar a mancha com água oxigenada (10 volumes) e pingar amoníaco, gota a gota.

Gordura — Circundar a mancha com benzina e cobri-la com sabão seco. Com um pano branco ou da mesma cor, esfregar o sabão, em círculos, em direção ao centro, para evitar que a mancha se espalhe.

Licores — Como o principal ingrediente dos licores é o açúcar, basta eliminá-lo com água morna e tirar o restante com álcool.

Molho de tomate — Manchas recentes saem com água quente e gotas, de amoníaco; manchas mais antigas, com água oxigenada (10 volumes) misturada com amoníaco.

Ovo — Nas manchas de clara, usar somente água fria, porque a quente fixa a mancha. A gema, mais difícil de tirar, sai com água fria, sabão neutro e amoníaco.

Sangue — Tirar a mancha com água fria, pingar água oxigenada e enxaguar.

Suor — Esfregar com água e algumas gotas de amoníaco. Depois lavar toda a peça com água fria.

Tinta de escrever — Pingar álcool ou leite sobre a mancha e lavar se o tecido for grosso. Em lãs e sedas, pingar suco de limão.

Tinta a óleo — Esfregar levemente com essência de terebintina.

Vela — Raspar o pingo com uma faca. Colocar a mancha entre dois pedaços de mata-borrão ou papel de seda e passar a ferro até desaparecer. Quando qualquer mancha sai, mas deixa um círculo em volta, deve-se pulverizar talco e depois escovar.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply