Como fazer um roupão em casa

Como fazer um roupão em casa
Rate this post

Fazer um roupão como este não exige prática nem habilidade. Basta um pouco de atenção e paciência, e o resultado aí está. Inspirado em túnica de judô, este roupão de banho, que também pode ser usado como saída de praia, é transpassado na frente e preso por um cinto atado em nó. Tem as guarnições em cor contrastante, ressaltando as cavas e os contornos. Feito com 2 m de esponja azul e 0,95 m de esponja branca, ambas de 1,40 m de largura, é de muito fácil execução. Para isso, basta seguir com atenção os moldes, acompanhando corretamente as explicações. Se você, porém, quiser ganhar dinheiro com sapatinhos para bebê, dê uma olhada neste outro artigo.

OS MOLDES E SUA COLOCAÇÃO NOS TECIDOS

Usando papel próprio para moldes, riscar as várias partes, orientando-se pelo esquema e com as medidas encontradas. A seguir, assinalar todas as indicações como: meio da frente, meio das costas, fio reto, etc. Quando houver necessidade de prolongar a linha do comprimento (no caso de se desejar um roupão mais comprido), fazê-lo a partir da marca da estrela. Para riscar o molde 4, usar um papel bem grande, ou conseguir o tamanho necessário emendando pedaços de papel e, em seguida, recortar todas as partes do molde.

O próximo passo é dobrar a esponja azul da seguinte maneira (no esquema, o tecido está representado pela superfície sobre a qual estão dispostas as partes do molde): dobrar sua metade superior ao meio. Separada essa primeira metade na linha indicada, sobra a segunda, que deverá ser dobrada juntando-se as duas ourelas do tecido no centro do mesmo (0,35 m, como mostra o esquema), formando duas dobras laterais (para as guarnições e o cinto, dobrar a esponja branca ao meio, no sentido do comprimento). Depois, ir fixando as peças do molde nos tecidos com alfinetes, tomando o cuidado de respeitar o sentido do fio. Reservar 1,5 cm a mais para as costuras e 3 cm para as costuras laterais e bainha, que não estão contidas no molde. No esquema, as partes do molde estão numeradas, para melhor compreensão. Elas devem ser fixadas da seguinte forma:

1)  Frente — Colocar no fio reto do tecido, no meio da metade superior do tecido azul (= 2 peças).
2)  Costas — Colocar o meio das costas ao longo da dobra do tecido, na metade inferior esquerda (-   1 peça).
3)  Manga — Colocar duas vezes ao longo da dobra da metade inferior direita do tecido (= 2 peças).
4)  Guarnição da frente — Colocar no fio reto, como está indicado (=  2 peças). Esta e todas as partes seguintes   são   aplicadas   sobre   a esponja branca.
5)  Guarnição das costas — Colocar o meio do decote das costas ao longo da dobra do tecido (=   1 peça).
6)  Guarnição das cavas — Colocar no fio reto, como está indicado (= 2 peças).
7)  Guarnição da borda da manga — Colocar no fio reto, como está indicado (= 2 peças).
8)  Cinto — Colocar no fio reto, como na indicação (= 2 peças).

Moldes para fazer roupão

 

Depois de alfinetar as peças nos tecidos, passar um alinhavo com um fio de linha em cor contrastante ao longo dos contornos dos moldes, pegando as duas partes do tecido. O alinhavo deve ser bem frouxo, de modo a se conseguir uma alça de fio a cada ponto. Da mesma maneira, marcar o meio da frente e o lugar das guarnições. A seguir, separar as duas partes do tecido, cortando ao meio os fios das alças de alinhavo que ficam entre elas. Assim, as partes ficam marcadas simetricamente. Passar também um alinhavo comum ao longo da dobra do tecido, para deixar marcado o meio das peças 2 e 5.

COMO UNIR AS PARTES DO MOLDE

Após recortar as peças nos tecidos, deve-se uni-las com alinhavo e passá-las na máquina, assim: unir as peças 1 e 2 pelos ombros e abrir as costuras com ferro quente. Juntar ao corpo do roupão as peças 6, fazendo coincidir as partes do molde e unindo as bordas (direito com direito). Continuando, unir a guarnição à parte superior da manga, obedecendo à mesma técnica. Abrir as costuras a ferro e fazer as costuras laterais, que vão da borda da manga à barra do roupão. Dar piques à volta do arredondado das cavas e abrir as costuras. Para a guarnição da frente, unir as partes 4 e 5 pelas costuras dos ombros e juntar a guarnição, assim preparada, ao contorno das partes da frente, colocando direito da guarnição contra avesso do roupão, pelas bordas. Costurar em toda a volta. Em seguida, dar alguns piques nas partes arredondadas, abrir as costuras e revirar a guarnição para o direito do roupão. Passar um alinhavo sobre essa dobra para firmá-la. Na extremidade oposta da guarnição (sem acabamento), dobrar uma bainha de 1,5 cm, alinhavar e pespontar. Fechar os dois lados (pequenos) das guarnições das mangas (pelo avesso), formando cilindros, e pregá-las às bordas das mangas utilizando a mesma técnica usada para pregar a guarnição da frente. Para o cinto, basta unir as duas peças, formando uma tira longa. Dobrar a tira ao meio (direito com direito), no sentido do comprimento. Passar uma costura em toda a volta deixando aberta uma das extremidades. Revirar o cinto para o direito e compor a parte aberta a mão. Alinhavar as bordas e pespontar.
Como acabamento, fazer uma bainha de 3 cm de barra do roupão, prendendo-a com pontos corridos (bainha), sem deixar que apareçam do lado direito. Chulear as costuras e passar a ferro o roupão.

Aqui, os moldes e sua colocação sobre os tecidos, com todas as medidas assinaladas. É importante notar que o roupão é para manequim 38-40.

Todo o charme deste roupão está no corte e nas guarnições em cor contrastante.

No Comments

Leave a Reply