Como fazer pratos deliciosos com cebola

Blog
fevereiro 15, 2017

Pertencente à família das Liliáceas — que inclui flores como a tulipa —, a cebola teve sua origem no oeste da Ásia. Serviu durante muito tempo como “eficiente remédio”, segundo manuscrito do século XIV, “para resfriados; doenças da pele e do estômago; dores de ouvido; febre; laringite; verrugas; vermes e mordidas de cães”.

VALOR NUTRITIVO

Deixando de lado certos exageros de algum tempo atrás, a cebola pode ser considerada como um auxiliar do organismo na defesa contra infecções, eliminando, ao mesmo tempo, eventuais substâncias tóxicas através dos rins — resultado da ação de seus sais minerais (principalmente fósforo, ferro e cálcio), carboidratos e vitaminas do complexo B e C.

Além disso, como tem baixo teor calórico, pode ser consumida em grandes quantidades tanto pelos gordos como por pessoas que estão perdendo ou querem manter o peso.

COMO COMPRAR E GUARDAR

Em vários tipos, tamanhos e cores — que vão desde o branco leitoso ao roxo —, a cebola não apresenta mistérios para sua compra. Os únicos cuidados são: verificar sua consistência    (pelo    tato pode-se notar se ela está bem firme ou não) e uniformidade e brilho da casca (manchas escuras ou pretas indicam que ela está começando apodrecer). Por outro lado, cebolas devem ser conservadas em lugar seco, fresco e bem ventilado, evitando-se que uma fique sobre a outra. Nada de armários fechados ou geladeira, que apenas apressam seu apodrecimento.

ALGUNS TRUQUES

Crua, cozida, frita ou em forma de sopas ou mesmo tortas, a cebola tem o papel de dar mais sabor e valorizar o preparo de alimentos. Alguns truques facilitam sua utilização, reduzem o forte odor e fazem com que os pratos que levam cebola fiquem bem mais apetitosos:

1)  Cebola (cortada em forma de anéis) passada   em   leite,  farinha, ovos batidos e depois frita (em óleo quente)    acompanha    muito    bem peixe assado.

2)  As cebolas douram mais rapidamente quando se acrescenta páprica à fritura.

3)  Manteiga, vermute e tempero a gosto dão um sabor especial à cebola.

4)  Para evitar irritação nos olhos
—  quando se descasca uma cebola
—  basta colocar, na ponta da faca, um pedaço de pão: ele absorve uma boa parcela do cheiro e dos gases soltos pela cebola. Além desta, duas outras medidas são bastante satisfatórias: colocar a cebola na geladeira uns 10 minutos antes de ser descascada ou então molhá-la em água fervente.

5)  Para reduzir o cheiro e sabor das cebolas, é preciso cortá-las,

levando-as à geladeira um dia antes de serem utilizadas. Uma salada, por exemplo, fica assim muito mais leve e saborosa.

6)  Para   facilitar   o   descascamento de cebolas, cortar primeiro as duas extremidades. Com isso, a casca sairá por inteiro e de uma só vez.

7)  Cebolas   devem   ser   cozidas com casca para evitar que seu sabor e valor nutritivo se percam na água.

8)  Uma colher (de sopa) de cebola instantânea desidratada equivale a uma cebola média crua.

9)  Toda vez que se utiliza apenas a metade de uma cebola é conveniente guardar a parte ligada à raiz, pois não estraga tão depressa.

10)  Para deixar a salada com um gostinho de cebola, basta esfregar um pedaço de cebola em toda a parte interna da saladeira, antes de se colocar os ingredientes.

11)   Caldos  de  sopa e  molhos ficam muito mais apetitosos desde que se acrescente cebola espetada com cravos inteiros.

12)  Para se saber quando uma cebola  está  bem   cozida,  deve-se furá-la com um garfo: se ele penetrar facilmente, a cebola está pronta. Aliás, o tempo de cozimento de uma cebola de tamanho médio é de 20 a 35 minutos aproximadamente.

13)  Sal   ou   limão   retiram   das mãos o odor forte de Cebola.

14)  Para eliminar o cheiro dos talheres (faca, por exemplo), basta passar batata crua nas partes que ficaram em contato com a cebola.

15)  Para dar um sabor especial à cebola   frita  na   manteiga,   acrescentar os temperos e algumas gotas de vermute; frita em óleo, juntar meia colher (de chá) de mostarda.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply