Como acabar com a dor nas costas

Entretenimento, Saúde e Beleza
setembro 14, 2012

Manter-se em pé com elegância, andar com leveza, tudo isso depende muito da saúde da coluna vertebral. Portanto, ela merece cuidados.
Para a maioria das pessoas, andar é uma simples forma de locomoção. Ocupados com o trabalho diário e as preocupações da vida moderna, cada vez mais constantes e intensas, os indivíduos se esquecem da importância da postura para a saúde física e mental. É preciso conhecer um pouco a anatomia da coluna e suas funções para entender como uma postura incorreta pode ser a causadora de uma série de distúrbios.

A coluna é formada por certo número de ossos (vértebras), ligados entre si por uma série de pequenas articulações. Estas são unidas pelos ligamentos, estruturas de pouca elasticidade. Situados entre as vértebras encontram-se os chamados discos intervertebrais, que dão à coluna certo grau de movimentação. Além disso, também funcionam como amortecedores e evitam que as vértebras estejam em contato direto, o que as desgastaria. Cercada por um complexo mecanismo muscular, que a mantém no lugar certo e a auxilia a desempenhar suas funções, a coluna abriga a medula, parte do sistema nervoso central. Qualquer deficiência dessa musculatura pode ser prejudicial à coluna e acarretar problemas estéticos (abdome protuberante, busto caído) ou fadiga, afetando a vitalidade do organismo. Daí, as dores nas costas e uma certa incapacidade física, que, não raro, se refletem em cansaço mental.

A coluna vertebral, estrutura fundamental do esqueleto, é composta de 33 ossos, as vértebras. Ao lado, da esquerda para a direita, suas faces externa, interna e lateral.

A IMPORTÂNCIA DOS EXERCÍCIOS

Pensar que para obter uma boa posição do corpo basta colocar os ombros para trás é uma ideia tão velha quanto errada. Somente fortalecendo os músculos do abdome, com exercícios especiais, e procurando caminhar e sentar correta-mente, é possível conseguir resultados satisfatórios. No entanto, existem certas enfermidades da coluna que podem ser acentuadas por meio da ginástica. Entre elas, escoliose (desvio da coluna vertebral para um lado), paralisias e doenças reumáticas. Nestes casos, convém não fazer exercícios sem antes pedir orientação a um médico, pois qualquer movimento brusco ou inadequado poderá acarretar sérios problemas.
Para se ter uma ideia do que é de fato uma boa postura, deve-se fazer o-seguinte: colocar-se em pé, com as costas apoiadas a uma parede, procurando tocá-la com a cabeça, as espáduas, as nádegas e os calcanhares. Em seguida, deve-se contrair bem o abdome, mantendo os pés paralelos.
Tanto os adolescentes como os adultos que passam muitas horas estudando ou trabalhando numa mesma posição podem e devem tratar de manter a saúde de sua coluna. Bastam poucos minutos diários para obter bons resultados.

Deitada, pernas flexionadas e braços estendidos ao longo do corpo, elevar o peito, tentando unir as omoplatas o mais possível. Manter as nádegas, a cabeça, as mãos e os pés fixos no chão. Repetir 8 vezes.

O Tronco inclinado, braços estendidos ãm apoiados num móvel, pés separados (40 cm). Forçar o tronco para baixo, tentando unir as omoplatas, sem dobrar os braços e pernas. Repetir 4 vezes.

Ajoelhada, mãos tocando o chão, levantar o corpo, esticando as pernas. Voltar à posição inicial e reiniciar o movimento. Repetir o exercício 4 vezes.

Pernas afastadas (50 cm), joelhos dobrados, curvar o tronco e segurar os tornozelos. Forçar o tronco para baixo e para frente, sem largar os tornozelos. Repetir 4 vezes.

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply Dr. Fabio Corsini Motta fevereiro 11, 2013 at 5:03 pm

    A Quiropraxia é uma ótima forma de se tratar e prevenir dor nas costas e diversas outras alterações. Quiropraxia Clínica – Escolha Quiropraxia e Viva bem.

  • Leave a Reply