Charges sobre corrupção para discutir em sala de aula

Charges sobre corrupção para discutir em sala de aula
Rate this post

Neste artigo trago duas charges que podem ser levadas para sala de aula para discutir o que é corrupção e construir uma argumentação relacionada à necessidade de se pensar sobre os rumos da política. Tem sido bastante comum vermos na tv notícias sobre a maneira como os políticos conduzem a vida pública. O caso mais notório e que tem sido foco de reportagens é o caso do Mensalão. Busquem informações sobre isso, leve para sala de aula a discussão e estimule seus alunos a produzir bons textos argumentativos dos mais diversos gêneros.

Numa primeira imagem, não disponível mais, veríamos um jovem todo feliz trazendo meias cheias de dinheiro. A descrição da charge era assim:

Neste caso há uma clara relação entre a época de Natal e o hábito de se colocar meias na janela e, pela manhã, conferir se há algum presentinho lá. O menino faz isso e volta cheio de dinheiro. Mas a charge é uma crítica direta aos políticos que se viram envolvidos em casos de corrupção, sobretudo escondendo dinheiro nas roupas.

A segunda imagem fazia referência ao ex-governador do Distrito Federal, Roberto Arruda, seu envolvimento com questões relativas à corrupção e muito mais. Segue abaixo a descrição:

Neste caso, a ironia está em mudar o costume  e levar, em vez do pinheirinho, uma árvore de arruda, planta que “tira olho gordo”. Percebam que não é nada sutil a relação. Arruda [a planta] tira olho gordo e você prospera. Arruda [o ex-governador] paga propina, é corrupto e aceita conchavos políticos, portanto, faz você prosperar também, mas de forma desonesta.  É isso!

Com o tempo substituirei as imagens que antes faziam parte deste artigo por outras e farei novas análises para vocês.

No Comments

Leave a Reply